Academia

Acompanhe informações, notícias e tudo de mais importante sobre o mercado.

Transformação Digital e o futuro do meio do tributário

Afinal de contas, os profissionais da área serão substituídos pelos avanços em Inteligência Artificial?

Uma preocupação que sempre surge no mercado de trabalho quando se discutem os avanços da transformação digital e de pilares da inovação como a Inteligência Artificial, Internet das Coisas (IoT) e a evolução de sistemas de automação é: meu emprego corre risco? Em outras palavras, posso mesmo ser substituído por um robô ou por uma solução que digitaliza os processos operacionais de minha empresa?
No meio tributário, com o crescimento da oferta de produtos voltados para otimizar as rotinas do setor e a própria informatização dos últimos anos no Fisco, este questionamento também está presente. Não à toa, o tema foi umas das pautas centrais do 12º Fórum de Gestão Fiscal & SPED da Confeb, um dos principais eventos voltado para discutir os rumos da área fiscal, contábil e tributária do país.
Dentro deste universo de reflexão sobre o ambiente de trabalho e os caminhos da inovação, o Fórum promoveu o debate “Os profissionais da área tributária serão substituídos por máquinas?”, que contou com a participação de diversos especialistas do mercado, incluindo o Board Member da Taxweb, Cyro Diehl, que se posicionou a favor do progresso da transformação digital que, cada vez mais, faz parte da realidade das organizações.
“O trabalho repetitivo e passível de automação vai deixar de existir, abrindo espaço para profissionais de visão mais estratégica, crítica, intelectual. Além disso, boa parte das profissões passarão por transformações significativas”, afirmou o executivo.
Os especialistas também concordaram que a tecnologia é uma parceira da área tributária e que não há porque temer o futuro, uma vez que a inovação cria oportunidades para aqueles que souberem se adaptar. A visão vai de encontro a uma pesquisa recente da Gartner, a qual afirma que, até 2020, a Inteligência Artificial mais criará do que eliminará postos de trabalho.
Este caminho, entretanto, exige dos trabalhadores a busca por novos conhecimentos, uma postura mais analítica e criativa que agregue valor as suas funções e, finalmente, o trabalho em parceria com a tecnologia, conforme alertou Cyro Diehl.
“A grande dica para os profissionais é a seguinte: se você lutar contra a evolução da tecnologia, você será substituído. Se nos unirmos à inovação, buscando criar benefícios para nossas comunidades, novas demandas serão criadas e continuaremos no mercado”, concluiu o Board Member da Taxweb.
E você, o que pensa sobre isso? Está preparado para o futuro?

Comentários
Deixe seu Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *